Redesign de marca: quando e por que fazer? [+exemplos de mercado]

6 minutos para ler
Powered by Rock Convert

Ter uma companhia de sucesso é o que todo empreendedor deseja. Isso significa que o negócio precisa se adaptar às mudanças de hábitos, gerações, novos produtos ou serviços e tendências para transparecer na identidade visual. O redesign de marca repensa esses aspectos e transforma o que era antigo em algo atualizado e coerente com a realidade.

As empresas grandes e reconhecidas no mercado, por exemplo, já realizaram essa mudança em algum momento para melhorarem visualmente seus conceitos, de forma que os seus clientes vejam, memorizem e lembrem do que se trata, isso pode ser feito por meio das cores, de símbolos ou de outras características que as tornam únicas.

Se você tem um empreendimento tradicional, está mudando de segmento ou ainda está no início das suas atividades, pode ser que esteja na hora de redesenhar a sua marca. Para entender a fundo o porquê e como fazer, continue a leitura deste artigo.

Saiba quando é necessário fazer o redesign de marca

Redesign é a ideia de transformar uma identidade visual. É muito comum que empresas que estejam a algum tempo no mercado, principalmente as que estão há décadas, quererem inovar na sua marca, com intuito de reposicioná-la e torná-la referência no seu segmento.

Entretanto, essa mudança só deve ocorrer a partir de uma necessidade. Isso acontece quando o público-alvo é modificado. As organizações com mais de 30 anos tinham um determinado potencial consumidor com perfil e hábitos diferentes dos de hoje. Nesse caso, os clientes estão cada vez mais exigentes e são um dos fatores mais importantes no momento de mudar a sua roupagem.

O caso da SubWay, por exemplo, ajuda a entender que a necessidade de se adequar às novas tecnologias levou a marca a mudar todo o branding, tanto offline quanto online. O projeto foi em analogia às novas formas de pedidos dos lanches, transformando toda a jornada do consumidor em uma experiência positiva e confortável.

Negócios que estão mudando de nicho também devem realizar um redesign. O primeiro contato com o público é sempre o design do empreendimento e, caso essa comunicação não passe a missão, visão e valores dele, o consumidor pode desistir até de finalizar a compra do produto ou serviço.

Além disso, pode ser adequada a modernização da marca quando a organização tem poucos anos de atuação e precisa fazer jus ao novo patamar, uma vez que a logotipo e toda sua representação inicial pode apresentar falhas de cor, tipografia, símbolos ou até mesmo um site não responsivo.

Entenda por que você deve fazer essa modernização

Assim como a maneira de vender os produtos foi adaptada com o passar dos anos, a comunicação com os clientes também sofreu modificações. Hoje, estamos inseridos em um contexto em que a identidade visual é um fator decisivo para o reconhecimento da empresa e, por isso, atualizar essa parte a partir das tendências e dos consumidores é essencial.

Essa percepção do público é a chave para desencadear uma transformação no design atual. É preciso identificar facilmente o que o empreendimento oferece e, caso isso seja alterado ao longo do tempo, o redesign ajudará a agregar valor no foco principal do que é ofertado.

Powered by Rock Convert

Veja como fazer um redesign

Agora que você já compreendeu o quanto é importante fazer um redesign da marca, a seguir, mostramos como fazer isso. Acompanhe!

Crie um branding moderno, não revolucionário

A personalidade de uma marca sempre deve ser preservada, mesmo que ela não atinja o público da nova geração. Aqui, deve ser transformado de acordo com a necessidade. Por exemplo, a Espinaler tinha um peixe velho, nada convidativo, que a representava, mas com o redesign o animal voltou muito mais simpático, o que garante que tudo continua o mesmo, porém, com espírito juvenil e atualizado.

Desconstruir e nunca demolir ajuda no momento em que o consumidor verá a identidade. Provavelmente notará a diferença, entretanto, não pensará que é outra organização. É por isso que esse redesign é um ótimo exemplo a ser seguido.

Deixe o negócio com mais legibilidade

Enaltecer o nome do negócio garante que ele seja reconhecido pelo seu público-alvo. A Spud Fish & Chips fez isso, mas sem descaracterizar o que já havia antes. O designer colocou em evidência o nome e, se os consumidores ainda estivessem em dúvida, diagramou em baixo o produto oferecido pelos restaurantes.

Mantenha o que há de mais importante

Muitas corporações têm características únicas em meio a tantos detalhes que se tornam destaque quando redesenhadas de cabeça. Nesse caso, é interessante refazer a identidade com o que já está na mente das pessoas para enfatizar e facilitar a memorização da marca, inclusive por uma criança.

Isso aconteceu com o Instagram. Os funcionários sempre utilizavam um quadrado com um círculo dentro para sinalizar a câmera cheia de detalhes que representava a rede social. Por isso, foi refeita uma shape branca no novo ícone dentro de um degradê, já que esse era o detalhe que mais importava em meio a todos os outros.

Valorize o passado da marca

Um empreendimento tem histórias que são ricas e ajudam na hora de criar empatia com os clientes, o que gera vendas e possível lealdade ao negócio. Assim, toda a identidade visual deve estar ligada ao que a empresa traz, suas ações etc.

Foi isso que a Carlsberg fez para sair do risco de falência. Quando os clientes não sabiam mais o que a organização representava, foi transformado todo o branding baseado no seu passado. Ninguém mais lembrava que ela foi a maior produtora de cervejas do mundo ou que teve impactos científicos na medicina.

O que os exemplos mostram é que para fazer um redesign de marca é necessário, antes de tudo, um objetivo e uma justificativa para tanto. Pense que mesmo que seus pais fossem horrorosos, você não os mudaria por completo apenas para satisfazer seu ego. Assim também é em um negócio, somente com uma análise adequada que será determinado a forma mais coerente para a mudança do design.

Agora que você entende melhor sobre como adequar sua identidade visual, então compartilhe este artigo nas suas redes sociais com os seus amigos para que eles saibam mais sobre o assunto também.

Powered by Rock Convert
Posts relacionados

Deixe um comentário