Descubra a Importância das Redes Sociais para o Agronegócio

12 minutos para ler

Saiba nesse texto porque as empresas do setor agrícola também devem começar a investir em sua presença no meio digital e qual a importância das redes sociais para o agronegócio.

O crescimento populacional é o principal fator que tem impulsionado o agronegócio a continuar crescendo exponencialmente ano após ano. Neste contexto, a transformação digital tem um papel muito importante, visto que ela é um conjunto de soluções tecnológicas criadas para atender às mais diversas necessidades da vida moderna.

Sendo assim, é correto afirmar que o setor agrícola está migrando para o ambiente virtual, assim como tantos outros nichos do mercado. Qualquer empreendedor que tenha o mínimo de perspectiva de futuro sabe que entender a importância das redes sociais para este momento que estamos passando é crucial.

Portanto, preparamos este conteúdo para que você entenda por que empresas do setor agrícola também devem começar a investir em sua presença no meio digital e por que as redes sociais têm tanta importância devido a esse contexto. Continue a leitura para saber mais!

Quais são as principais redes sociais do momento?

A importância das redes sociais no modelo de sociedade que vivemos hoje em dia já não é uma pauta nova, pois muito tem se falado sobre o assunto nos últimos anos. Afinal, a transformação digital trouxe mudanças comportamentais significativas seja no modo de consumir, seja na forma como nos comunicamos.

Dado o contexto, é importante que conheça quais são as principais redes sociais do momento. Veja a seguir!

Facebook

Atualmente, com os seus 2.6 bilhões de usuários, o Facebook é a rede social mais utilizada do mundo. Isso se deve pelo fato de que o seu formato é o mais simples e intuitivo, permitindo que públicos de todas as idades possam encontrar tudo o que precisam em um só lugar.

E não é diferente para os empreendedores, já que o Facebook conta com ótimos recursos de produção de conteúdo, prospecção de clientes, engajamento com o público, atendimento ao consumidor e muito mais. Ou seja, a mídia social tem tudo e mais um pouco para gerar oportunidades de negócio para qualquer empresa.

Youtube

O YouTube chegou de forma singela ao Brasil em meados de 2005 e 2006, servindo como o “berço” do conceito de viralidade. Na época, e durante muitos anos, a plataforma era utilizada massivamente pelos usuários para divulgar vídeos de memes e conteúdos sem grande importância do ponto de vista corporativo.

No entanto, hoje, a mídia conta com mais de 2 bilhões de usuários ativos e é considerado o principal site para promover conteúdo em formato audiovisual e estratégias de marketing digital.

Para que você tenha uma ideia da importância dessa rede social, o brasileiro já consome mais vídeos on-line do que a tradicional televisão, de acordo com uma pesquisa realizada pelo próprio YouTube.

WhatsApp

Em nosso país, é muito provável que o WhatsApp seja a rede social mais popular de todas. Fatores como a sua versatilidade, interface simples e por muitas operadoras oferecem franquias que não cobram dados utilizados no aplicativo, contribuem diretamente com essa realidade.

No mundo dos negócios, o Whatspp é amplamente utilizado pelas empresas como um canal de comunicação entre a marca e o público. Ele pode ser facilmente incorporado ao e-commerce e permitir que o usuário comece a receber atendimento instantâneo sem sequer precisar sair do site. Abordaremos melhor esse assunto mais adiante.

Instagram

Sem dúvida, o Instagram está no topo das redes sociais com maior importância do momento. Embora a mídia conte com pouco mais de 1 bilhão de usuários, ela é uma das plataformas de maior credibilidade, principalmente quando se trata de marketing de influência.

A mídia social está sempre lançando atualizações e novidades para melhorar a experiência do usuário, o que atrai cada vez mais adeptos. Os seus recursos de compartilhamento e consumo de conteúdo são bastante intuitivos e a sua identidade visual é um dos pontos altos.

Mas é nos Stories que se esconde o “ouro”, pois, pessoas comuns, influenciadores, famosos, artistas e empresas postam materiais curtos sobre assuntos corriqueiros dos mais variados espectros. O que é um prato cheio para promover as marcas e consolidá-las no mercado.

TikTok

A intensidade que o TikTok “bombou” no último ano foi um fato que despertou a atenção do mundo inteiro, visto que ela já existia desde 2016. Fatores como a quarentena, que fez com que as pessoas passassem a consumir muito mais conteúdo digital, e a facilidade para se produzir na plataforma contribuíram com essa explosão de popularidade.

Hoje, o TikTok conta mais de 800 milhões de usuários ativos, o que é um número grande se levarmos em consideração que essa é uma mídia “nova”.

LinkedIn

Considerado a rede social corporativa, o LinkedIn reúne mais de 675 milhões de usuários, que se dividem entre profissionais em busca de colocação no mercado e empresas que procuram por colaboradores competitivos e oportunidades de negócio (especialmente no modelo B2B).

Para o agronegócio, o LinkedIn só oferece vantagens, tais como:

  • fazer networking com outras empresas ou profissionais do ramo;
  • mostrar autoridade no mercado — por meio da produção de conteúdo;
  • participar de grupos de discussão sobre o setor agrícola;
  • obter conhecimento sobre tendências e novidades inovadoras da área diretamente das melhores fontes de informação do agronegócio.

Twitter

Como falar sobre a importância das redes sociais e não citar o Twitter, não é verdade? Utilizada para debater assuntos dos mais variados nichos — de política a fofocas sobre famosos e questões cotidianas da vida — a plataforma é bastante vantajosa para o meio corporativo.

A mídia é frequentemente usada como um canal de comunicação aberto ao público entre marcas e consumidores. Se a sua empresa quer mostrar credibilidade por meio da transparência, o Twitter é uma das ferramentas mais indicadas.

Qual é a importância das redes sociais para o agronegócio?

Como foi dito na introdução, a expansão do agronegócio está diretamente associada ao crescimento populacional. Isso significa, em palavras simplificadas, que quanto mais gente no planeta, mais demanda para o setor agrícola, visto que ele é o principal pilar da indústria alimentícia.

A grande questão aqui é o mundo está passando por um forte processo de transformação digital. O que isso quer dizer? Que a tecnologia está se tornando presente em nossas vidas de uma maneira que jamais esteve em qualquer outro período da história da humanidade.

Soluções para problemas que o consumidor sequer sabia que existiam são criadas diariamente aos montes. A comunicação basicamente não existe mais fora do ambiente digital. E o nosso dinheiro está se transformando em uma moeda virtual, já que as compras e os pagamentos eletrônicos estão se tornando cada vez mais comuns.

Sendo assim, é imprescindível que as empresas ligadas ao agronegócio comecem a investir em sua presença on-line o quanto antes, pois acompanhar o ritmo do mercado atual e o comportamento das novas demandas de consumo, não é uma tarefa fácil para quem não tem perspectiva do quão grande é o momento de evolução que estamos passando.

Como implementar uma estratégia para as redes sociais?

O primeiro passo a se dar em qualquer estratégia de marketing, seja ela no meio digital seja no físico, é definir o público-alvo ao qual o produto é destinado, pois essa informação servirá como base para todas as próximas etapas.

Para isso, faça pesquisas analíticas para estabelecer o perfil de cliente ideal para o seu negócio. Por exemplo, obtenha dados dos usuários que acessam o seu site, solicitam informações e, é claro, aqueles que já consumiram alguma de suas soluções antes.

Baseado neste perfil, que chamamos de persona, o próximo passo é criar uma linguagem de comunicação que se adéque perfeitamente ao público do seu negócio. Em outras palavras, a sua marca precisa “falar a mesma língua” do cliente potencial para que ele se identifique quando se deparar com conteúdos promocionais, blogposts, e-books e muitos outros formatos.

A partir daí, o próximo passo é produzir conteúdo segmentado, isto é, materiais criados especificamente para se comunicar com as pessoas com maiores chances de virem a se tornar consumidores ativos da sua empresa.

Para isso, existem inúmeras estratégias de marketing digital, tais como:

  • contratar uma agência de publicidade especializada;
  • produzir conteúdo útil e relevante para os usuários — em formato escrito ou audiovisual;
  • utilizar os canais de comunicação corretos para hospedar e compartilhar tudo o que foi produzido.

Partindo do pressuposto de que a sua marca já produz conteúdo digital, a importância das redes sociais, aqui, está ligada ao fato de que você deve escolher as plataformas certas para se comunicar com o público-alvo.

O que queremos dizer é que não é recomendado simplesmente estar presente em todas as mídias sociais, pois a falta de segmentação apenas consome tempo, energia e recursos financeiros do negócio de forma desnecessária, ou seja, desperdiçando o budget para marketing de sua empresa.

Portanto, outro ponto positivo de definir as personas de sua marca é que com esse tipo de levantamento de dados é possível saber exatamente quais são as redes sociais mais utilizadas pelo seu público. Assim, basta focar os investimentos de produção de conteúdo, otimizar os canais de atendimento e sempre analisar o desempenho das estratégias por meio das melhores KPIs.

Quais são os principais erros que devem ser evitados?

Diferentemente do que muitas pessoas pensam, a internet não é uma “terra de ninguém” e esse pensamento equivocado é o que já levou muitas marcas a se exporem publicamente de forma negativa.

Existem regras e princípios básicas para se portar nas redes sociais que toda empresa deve saber. Em primeiro lugar, jamais deixe de responder os usuários nas mensagens deixadas inbox ou nos comentários. Poucos erros são piores do que perder um cliente potencial por fazê-lo se sentir ignorado.

Além disso, há a questão do SEO, isto é, os algoritmos que levam uma série de fatores em consideração na hora de posicionar as páginas de sua empresa organicamente nos motores de busca da internet.

Um dos principais pontos, neste aspecto, é a frequência com que a sua empresa produz e compartilha conteúdos. Um erro terrível que muitos empreendedores cometem é o abandono das redes sociais.

Estabelece um cronograma de publicações e faça o que preciso para mantê-lo. Quanto mais conteúdos forem postados, maior o engajamento com o público e maiores as chances de que o negócio cresça no ambiente digital.

Como uma agência pode ajudar na gestão de redes sociais?

Agora que você tem uma vasta gama de informações sobre a importância das redes sociais para o agronegócio e da tecnologia para o agronegócio, assim como o papel dessas mídias em um contexto tão competitivo como o que vivemos atualmente, é necessário saber o que fazer para que a sua empresa não seja “engolida” pela concorrência.

Uma agência antenada com as tendências da transformação digital no mundo dos negócios e experiência em marketing digital e comportamento de consumo na era da tecnologia, pode oferecer os recursos necessários para que a sua marca se destaque no mercado e consolide o nome entre o público e os concorrentes.

A 2, por exemplo, é composta por uma equipe de profissionais altamente qualificados quando o assunto é design. Por que estamos destacando isso? Porque em um mundo de informações consumidas na tela do computador ou dos dispositivos móveis, imagem é tudo.

Dado o contexto, a equipe da 2 preza por um acabamento primoroso em todos projetos que entrega, melhorando a comunicação entre a sua empresa e clientes, fornecedores, parceiros e todos os envolvidos no funcionamento do negócio.

Ao confiar a gestão da social media de sua empresa nas mãos de profissionais tão preparados, é apenas uma questão de tempo até que os frutos de um trabalho feito com tanta dedicação comecem a aparecer.

Considerações finais

Como você pôde contemplar neste conteúdo sobre a importância das redes sociais para o agronegócio, o processo de transformação digital pelo qual a sociedade vem passando nas últimas décadas é um dos principais fatores propulsores da mudança de comportamento de consumo. Para acompanhar o ritmo em que o mercado caminha hoje em dia, é preciso se adaptar a essa nova demanda de consumidores digitais. Sendo assim, é imprescindível garantir a sua presença no ambiente virtual.

Processos na Palma da sua mão - importância das redes sociais para o agronegócio.
Foto: Reprodução Conexões

Quer receber mais dicas e novidades sobre o amplo universo do agronegócio?

Então, assine a nossa newsletter para acompanhar todas as postagens da 2 diretamente de sua caixa de entrada e não perder mais nenhum conteúdo informativo sobre tecnologia, marketing e transformação digital no mundo dos negócios agrícolas!

Posts relacionados

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

15585

Participe da Newsletter da 2dcb

Tenha acesso a dicas e estratégias
especiais diretamente no seu email

15856
foto-montagem-guia-completo-modernizar-mkt e comunicação sua empresa

Antes de você sair

Confira esse Ebook