Veja quais são os 5 tipos de mídia mais procurados pela publicidade

4 minutos para ler
foto-montagem-guia-completo-modernizar-mkt e comunicação sua empresaPowered by Rock Convert

Existem diversos motivos pelos quais as empresas investem parte de sua receita em campanhas de publicitárias. Se há algumas décadas a única possibilidade era anunciar em jornais e rádio, hoje existem vários tipos de mídia que podem ser melhor utilizadas de acordo com os objetivos esperados.

Segundo uma pesquisa da Kantar Ibope Media, no ano de 2017, foram investidos R$134 bilhões em publicidade no Brasil, a maior parte desse valor em televisão. No entanto, outros tipos de mídia também ganharam aportes de bilhões.

Neste artigo destacamos as 5 principais mídias e veículos publicitários no Brasil, além de dar algumas dicas sobre como anunciar. Confira!

1. Televisão

A TV é o principal meio de comunicação em massa no país e está presente na maior parte dos lares brasileiros. Um comercial que dura alguns segundos alcança milhões de espectadores, promovendo a marca e seus produtos.

Além da TV aberta, empresas podem anunciar em canais fechados e investir em merchandising, a fim de apresentar seus produtos em programas de auditório ou reality shows, por exemplo. Em 2017, 72,4% de todo o investimento em publicidade no país foram destinados a algum tipo de anúncio televisivo.

Apesar do custo, a TV pode ser interessante se você tem orçamento e precisa alcançar um grande público e atribuir mais autoridade e notoriedade a sua marca. Só tenha cuidado para criar comerciais que, de fato, tenham chances de apresentar bons retornos financeiros para pagar o investimento.

2. Jornal

Os jornais impressos não são coisa do passado e ainda atraem um público muito fiel. Empresas que anunciam sua marca, produtos e serviços na mídia podem ganhar reconhecimento e confiabilidade. Afinal, estamos nos referindo a um meio bem tradicional, o que confere mais autoridade.

Esse é um tipo de mídia que alcança um grande público, mas os investimentos também podem ser segmentados em veículos regionais. Um benefício é que as impressões são diárias e, assim, não é obrigatório planejar os anúncios com tanta antecedência.

Powered by Rock Convert

3. Rádio

O rádio, que também é uma importante mídia de comunicação em massa, obteve R$6 bilhões de investimento publicitário em 2017 e, assim, conquistou o terceiro lugar no ranking (quando agrupamos os aportes em TV aberta, por assinatura e merchandising).

Uma das grandes vantagens de anunciar em rádio é que os valores são mais baixos. Empresas podem fazer divulgações em spots, participar de programas ou investir em patrocínios, levando uma mensagem a pessoas que podem estar em casa, no trabalho ou mesmo no trânsito.

4. Revista

As revistas impressas ganharam 3,5% dos aportes publicitários em 2017, conquistando o quarto lugar no ranking dos investimentos. Esse tipo de mídia oferece diversos estilos de publicação e pode ser utilizado para alcançar públicos mais específicos, de acordo com o perfil do assinante.

Se você deseja criar campanhas de comunicação para o setor agrícola e/ou agropecuário, por exemplo, não faz muito sentido comprar mídia em revistas de moda, concorda? No entanto, pode ser um excelente investimento em publicações acompanhadas por produtores rurais.

Uma vantagem das revistas é que a marca pode ser beneficiada pela ação durante anos. Afinal, uma vez publicada, lá estará até que seja descartada, o que não ocorre com tanta frequência, como os jornais. Assim, é importante fazer campanhas boas para a empresa no longo prazo e de uma maneira criativa, que chame mais atenção outros anunciantes.

5. Out of Home

Os investimentos em mídia externa somaram R$3,99 bilhões em 2017 e, assim, os anúncios em mobiliário urbano e outdoors conquistaram o quinto lugar no ranking.

Esses anúncios, naturalmente, não alcançam pessoas de diversos locais do país. No entanto, é um excelente tipo de mídia para comunicar mensagens e ofertas para um público mais específico, local.

Além desses tipos de mídia, o display (anúncios em sites e blogs), search (links patrocinados) e cinema ganharam 3%, 1,7% e 0,4% dos aportes em 2017, respectivamente. É importante notar que, pelo menos os dois primeiros, oferecem custos baixos às empresas. Assim, na escolha do meio de divulgação, você deve considerar o público-alvo, produto, mercado e as necessidades da sua empresa para gerar resultados satisfatórios.

Gostou deste artigo e quer aprender mais sobre publicidade? Então, aproveite e assine já a nossa newsletter

Powered by Rock Convert
Posts relacionados

Deixe um comentário

Conteúdos Especiais criados pela 2dcb

para te ajudar

Fechar

Gostaria de saber mais sobre a

Agência 2?

Fechar

Visite nosso Site