152390 os 6 principais erros ao elaborar o planejamento anual de comunicacao 152390 os 6 principais erros ao elaborar o planejamento anual de comunicacao

Os 6 principais erros ao elaborar o Planejamento Anual de Comunicação

6 minutos para ler

O planejamento de comunicação é tão importante quanto qualquer outro plano de uma empresa. Afinal, é por meio dele que serão definidos os canais de comunicação e a forma com que cada um auxiliará a companhia.

Infelizmente, muitos empresários não dão a devida atenção à sua elaboração e, muitas vezes, o deixam de lado, por não acreditarem que seja algo necessário. Mas esse é apenas um dos erros que podem ocorrer durante o planejamento da comunicação de uma marca.

Quer conhecer 6 das falhas capazes de comprometer o marketing de uma organização? Continue a leitura!

1. Ignorar o planejamento de comunicação

Sem dúvidas, esse é o maior erro que um empresário pode cometer. Isso porque o planejamento de comunicação de uma empresa é essencial para estabelecer os métodos de divulgação que serão empregados.

E, sem um planejamento devidamente estruturado, a comunicação ficará confusa e desalinhada. Isso dificultará seu reconhecimento por parte dos clientes, que, consequentemente, comprarão dos concorrentes.

A comunicação cuida da imagem da empresa e transmite credibilidade. Então, invista uma parte de seu tempo em pesquisas para a criação de um planejamento estratégico, analisando o público-alvo e elaborando ações que auxiliem no aumento das vendas.

2. Estabelecer objetivos confusos e irreais

Outros erros bem comuns na elaboração desse tipo planejamento são a falta de clareza na definição de um objetivo e o estabelecimento de metas irreais. Todos querem aumentar as vendas em 200%, mas nem sempre isso é possível.

O primeiro passo para não cometer esse equívoco é pensar em um objetivo da maneira mais específica possível. Atrair mais clientes é um objetivo válido, mas vamos analisar um pouco mais: qual porcentagem de consumidores você deseja atingir? Quais canais serão utilizados?

Somente com essas duas perguntas, já podemos refinar o objetivo: aumentar a atração de clientes pelos canais digitais em 10%. Esse sim é um objetivo claro.

Ao definir metas (que são diferentes do objetivo), é preciso ser realista! Analise o cenário interno e externo da empresa, veja se é possível executá-las e quanto tempo será preciso para isso. Nessa definição, também é necessário ser ousado, pois metas muito baixas não são desafiadoras.

3. Definir o público de maneira incorreta

É aqui que ocorre a maior parte dos erros em um planejamento de comunicação. É comum que as empresas não tenham uma definição exata de quem são seus públicos prioritários e digam que qualquer um que tenha dinheiro pode fazer parte dele.

É claro que, ao executar uma ação de comunicação, você pode acabar atingindo diversos públicos, cada um com seu perfil específico. Mas sempre haverá aqueles clientes que são mais importantes para o negócio do que os demais.

E, para definir corretamente esses indivíduos, é preciso pesquisar. Não tem outro jeito. Então, não adianta inventar desculpas: faça um levantamento do perfil do atual público, encontre aquele que mais se aproxima de um “cliente ideal” e entenda suas necessidades, seus gostos, seus costumes e seus modos de pensar e agir.

CTA BannerFinal Branding

Contar com um sistema que registre todas essas informações (CRM — Costumer Relationship Management) ou similares é muito importante. Se você não tem um, está na hora de adotá-lo na rotina de trabalho.

4. Criar ações sem verba definida

Ao criar ações de comunicação para uma companhia, surgem diversos tipos de ideias, mas é preciso analisar a viabilidade de cada uma delas e a verba disponível. De nada adianta pensar em ações mirabolantes se a empresa não tem recursos suficientes para executá-las.

Para evitar o cancelamento de ações ou gastar muito além do que se pode, é preciso determinar um valor máximo para ser investido em comunicação. Distribua-o de forma racional entre as diversas iniciativas.

Além da definição, é muito importante que se faça o controle de tudo o que é investido para, no final, avaliar qual foi o retorno sobre o investimento (ROI). Isso porque é por meio dele que você poderá avaliar os resultados e a efetividade de cada ação.

5. Negligenciar a avaliação dos resultados

De que adianta gastar uma grande quantidade de seu tempo montando um planejamento de comunicação, se você não avalia os resultados? Pois saiba que é comum que executem um planejamento completo e se esqueçam de avaliar quais foram os resultados obtidos.

Para não cometer esse erro, é preciso determinar, durante a elaboração do planejamento, quais serão os indicadores de performance (KPIs) a serem avaliados. Utilizando o objetivo que citamos acima, é preciso verificar quantas pessoas entraram em contato ou realizaram uma compra a partir dos canais digitais da companhia.

Você pode usar ferramentas de web analytics, como o Google Analytics e o Moz Analytics, para determinar qual o volume de novos clientes e quais foram os canais que os levaram até a empresa.

Essa avaliação não deve se restringir ao final das ações. Ela deve ocorrer, também, durante a sua execução, a fim de verificar erros e permitir correções. Evita-se, assim, a perda de verbas com ações de baixo ou nenhum resultado.

6. Abandonar o planejamento

Agora que você sabe quais erros não cometer e já montou um planejamento de comunicação de qualidade, é preciso compartilhá-lo com sua equipe. É importante que todos compreendam seu objetivo e qual a responsabilidade de cada um para que ele aconteça.

Muitas vezes, o planejamento é esquecido e abandonado no meio do caminho, mas saiba que, se isso acontecer, você só perdeu tempo! Acompanhe cada ação executada e cobre os responsáveis por suas tarefas, pois um depende do outro para que tudo dê certo.

Preparar um planejamento de comunicação não é uma tarefa simples e rápida, pois requer uma boa dose de dedicação e muita pesquisa. Se você ainda acredita que isso não é válido para a empresa em que trabalha, saiba que os concorrentes, certamente, estão se planejando.

Você quer ficar para trás? Acreditamos que não! E não pense que esse planejamento se aplica somente a grandes corporações: independentemente do tamanho, é preciso planejar a comunicação de uma empresa. E, se tiver dificuldades, contrate uma agência especializada para auxiliá-lo!

Agora é a sua vez! Invista no planejamento de comunicação da empresa e compartilhe suas experiências ou dificuldades nos comentários. Até a próxima!

Posts relacionados

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Veja todos os Eboos da 2, preparados especialmente para você leitor(a)!

Fechar

Ebooks Gratuitos para você!

Para saber mais sobre a

 

Fechar

Visite nosso site: