Marketing rural: como falar a mesma língua do público do agronegócio?

7 minutos para ler
Powered by Rock Convert

A importância do agronegócio para a economia brasileira é inegável. O setor, um dos que mais emprega no país, foi o grande responsável pela recuperação em 2017, após dois anos do PIB em queda, de acordo com o G1. A indústria engloba diversos perfis de produtores rurais e, a fim de crescer ainda mais, é importante inovar, inclusive em comunicação e estratégias de marketing rural.

Se você já criou alguma campanha na internet para atrair esse público, pode ter sentido dificuldades ao segmentar. Em que região estão concentrados? Quais são seus objetivos principais? E, além de tudo isso, como se comunicar com clareza para atrair essas pessoas?

Neste artigo compartilhamos dicas que o ajudarão a descobrir como falar a mesma língua do seu público do agronegócio, considerando regionalidades, interesses, objetivos, entre outros. Vamos lá?

Pesquise o perfil do produtor rural

Antes de criar as primeiras campanhas de marketing e ofertas de venda, de modo ideal, você deve entender quem são as personas da sua empresa, isto é, os clientes ideais. Para isso, você deve fazer uma pesquisa de mercado.

É muito importante entender o perfil dos produtores rurais de cada uma das regiões que você atende, a fim de se comunicar com eles de maneira eficaz em suas campanhas de marketing e vendas. Isso envolve saber quais são suas preferências, seus interesses, objetivos, o valor que costuma gastar em cada safra, desejos e expectativas.

Você pode utilizar, para isso, tanto dados coletados pela própria empresa, pelo Google Analytics, software de gestão e entrevistas, por exemplo, e por pesquisas de terceiros, como guias, relatórios e materiais de referência.

No caso de questionários e entrevistas, lembre-se de nunca influenciar a resposta do cliente, a fim de evitar dados e informações fora da realidade. Faça perguntas diretas e simples para ter acesso a dados:

  • demográficos: faixa de idade, gênero, renda, grau de instrução, região onde mora, classe social, etc.;

  • psicográficos: nível hierárquico, valores, atitudes, objetivos, ideias de mundo, etc.; e

  • comportamentais: frequência de uso do produto, benefícios procurados, método de uso, frequência de compra, etc.

Se você realizar essas pesquisas online, pode usar ferramentas como a Typeform, SurveyMonkey ou Opinion Box ou a solução do Google, que é gratuita.

Após obter esses dados, o melhor a fazer é unir com informações obtidas em estudos de institutos confiáveis, como o IBGE, Sebrae e Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária), para fazer um diagnóstico completo e atualizado do cenário e criar personas.

Aproveite para entender também os hábitos de consumo de mídia das suas personas, ou seja, em que plataformas elas costumam consumir informação. Assistem à TV constantemente? Usam o LinkedIn? Instagram? Entender onde o seu público está é essencial para saber aonde ir para se comunicar com ele.

Considere interesses e regionalidades

Quando finalizar a sua pesquisa e criar as personas do seu negócio, procure entender como o produtor que você quer alcançar com suas campanhas de marketing rural se comunica em seu dia a dia, considerando seus conhecimentos, suas expressões regionais e peculiaridades do vocabulário.

Atenção

Escute os seus clientes para entender suas necessidades, seus desejos e objetivos. Mais do que isso, estude a fundo o seu negócio: quais produtos utiliza? Quais são seus fornecedores? E os canais de distribuição? De que maneira ele pode maximizar seu lucro? Você pode descobrir isso por meio de pesquisas e conversa com vendedores e produtores rurais.

Assim, será mais fácil oferecer os produtos e serviços ideais, com foco na resolução de suas necessidades e objetivos, que é mais importante do que enaltecer as vantagens das suas soluções.

Clareza

Não adianta escrever ou falar de uma forma rebuscada, com um discurso repleto de chavões em inglês, se a sua persona não entende. Você precisa se comunicar de uma maneira clara e, mais do que isso, sincera.

A maioria dos produtores tem o Ensino Fundamental incompleto, de acordo com estudo do Sebrae. Esses dados sugerem que uma linguagem mais informal, simples é recomendada.

Powered by Rock Convert

Afinal, se o seu público-alvo compreender bem a sua mensagem e confiar em você, as chances de uma boa negociação e de um relacionamento a longo prazo são mais promissoras.

Leve em consideração também as diferenças de comunicação regionais. Um produtor rural na Bahia não deve se comunicar da mesma maneira, com as mesmas expressões que um outro no Paraná, por exemplo. Você tem que saber com quem quer fazer negócios a fim de adequar sua mensagem para obter resultados mais satisfatórios.

Pessoalidade

Não generalize. Se você criar campanhas de e-mail, por exemplo, chame o seu cliente pelo nome. Isso mostra que você o reconhece, sabe de suas necessidades e objetivos e, assim, cria uma relação de maior confiança. É claro que você também deve adequar a sua mensagem, já que você pode ter diversas personas. Não adianta enviar uma oferta de fertilizantes para quem não planta nada.

Mesmo nas situações em que você não puder utilizar seu nome, como em uma propaganda de TV ou nas redes sociais, evite generalizações. Use “você” em vez de “vocês”. Isso também ajuda a criar uma comunicação mais direta, simples e relativamente informal e ajudará a atrair a atenção das suas personas.

Divulgação

Você pode aumentar o reconhecimento da sua empresa e estabelecer confiança no mercado de diversas formas: criando um blog para compartilhar dicas importantes, gerar valor nas redes sociais ou mesmo investindo em ações de assessoria de imprensa, para fortalecer sua marca por meio de grandes veículos de comunicação.

Lembra que explicamos a importância de saber em que mídias o seu cliente produtor consome informação? Já dissemos no artigo sobre produtores rurais e a tecnologia que o WhatsApp e o Facebook são duas das principais mídias utilizadas por esse público no Brasil, portanto, investir nesse sentido pode ajudá-lo a ganhar negócios interessantes.

Busque formas de otimizar o seu marketing rural

Após conhecer bem o mercado por meio de pesquisas e análises, você terá uma boa base para otimizar suas campanhas e obter melhores resultados, especialmente se você investe em marketing digital. Isso porque, em geral, as soluções online possibilitam edições e melhorias constantes, o que facilita eliminar erros e aumentar as chances de sucesso.

Assim, considere as informações que aprendeu sobre as personas e avalie a maneira como vem agindo. As campanhas estão sendo bem segmentadas? As expressões que você utiliza nas mídias sociais são as mesmas que o produtor rural usa no dia a dia em sua região? Seu time de vendedores mantém o padrão de comunicação informal?

Você entendeu a importância de compreender o perfil do público para criar campanhas de marketing rural realmente eficazes? Não deixe de fazer uma pesquisa de mercado, se ainda não tiver feito, para criar personas com base em dados e otimizar suas segmentações. Não se esqueça de considerar as mídias que o seu público mais utiliza e de que maneira se comunica no dia a dia para falar da mesma maneira e criar um vínculo capaz de gerar negócios duradouros.

Se você quiser saber mais sobre esse assunto, aproveite e confira nosso artigo sobre como usar o marketing tradicional no agronegócio.

Powered by Rock Convert
Posts relacionados

Deixe um comentário