Marketing industrial: quais são as peculiaridades e por que investir?

6 minutos para ler
foto-montagem-guia-completo-modernizar-mkt e comunicação sua empresaPowered by Rock Convert

No atual panorama da economia, as indústrias precisam encontrar ferramentas que garantam um negócio seguro e lucrativo. Nesse sentido, o marketing industrial se consolida cada vez mais como um instrumento fundamental, capaz de criar uma base sólida para as oportunidades que se apresentam e para um futuro mais promissor.

No setor industrial, a comunicação precisa abranger a qualidade do produto, o preço, o valor de revenda e as solicitações do público-alvo em relação ao item. Deve-se estabelecer o motivo pelo qual ele será facilmente vendido para o consumidor final nas lojas.

Ao longo deste artigo, falaremos sobre como a aplicação do conceito e das técnicas de marketing industrial pode levar uma indústria a evoluir. Acompanhe!

O que é marketing industrial?

Trata-se de estratégias de marketing voltadas para indústrias e empresas fornecedoras de outras empresas (o chamado business to business ou B2B). Ou seja: esse tipo de divulgação não é direcionado ao consumidor final.

Seu foco está diretamente ligado às vendas, sobretudo no marketing digital para indústrias, por meio da geração e nutrição dos leads — clientes em potencial, isto é, oportunidades concretas de negócio.

Quais são suas peculiaridades?

Como esse tipo de marketing envolve um grande volume de compras e relações significativas (e de longo prazo) entre fabricantes e clientes, o processo para conquistar uma venda é muito mais complexo. As partes precisam estabelecer acordos em relação à produção, à compra e ao envio de milhares de mercadorias.

O compromisso do marketing industrial, portanto, é qualificar o lead até que ele esteja preparado para ser abordado pela área de vendas. Assim, é preciso que os potenciais clientes sejam educados por meio de ações estratégicas para entender os diferenciais de cada produto ou serviço, o que os tornarão menos sensíveis ao preço.

É fundamental que haja um alinhamento dos setores de marketing e de vendas dentro desse ramo de atuação. Isso porque, dentro do segmento B2B, as vendas costumam ser periódicas, com consumidores fidelizados e que devem ter suas expectativas sempre atendidas.

Por que esse modelo é importante para a indústria?

Os bens industriais — que incluem equipamentos, peças, componentes, acessórios, instalações, manutenção, reparação, soluções de hardware e/ou software etc. — são utilizados para a produção de outros itens ou para a prestação de serviços.

Desse modo, os consumidores consideram fatores que vão além do preço no processo de decisão de compra. E o principal deles é a adaptação do produto à aplicação à qual ele se destina.

Por isso, ações como reduções de preços ou campanhas promocionais podem não resultar em um aumento consistente das vendas. Esse é um grande desafio trabalhado no marketing focado em indústrias, pois é preciso entender o produto e seu mercado para apresentar soluções capazes de aumentar a geração e a conversão de leads.

Quais são as principais tendências do marketing industrial?

Mais da metade da população brasileira acessa a internet de maneira frequente. Isso significa que aproximadamente 110 milhões de pessoas vivem conectadas — e a tendência é que tal quantidade aumente cada vez mais.

Esses números não se referem apenas a pessoas físicas. Grande parte do tráfego corresponde a usuários corporativos, que utilizam sites de busca e redes sociais profissionais para encontrar fornecedores, parceiros e soluções para suas empresas.

Dessa forma, é importante investir nas principais tendências do marketing industrial. Veja, a seguir, quais são elas.

Powered by Rock Convert

Vídeos

Os vídeos são ótimas alternativas para interagir com o público-alvo, já que, hoje, são os tipos de conteúdo mais consumidos pelos usuários da internet. Por meio deles, uma empresa pode:

  • dar dicas;
  • usar referências que marcam seu target;
  • defender uma causa;
  • divulgar histórias de sucesso dos consumidores;
  • reforçar o posicionamento da marca, entre outras ações de marketing.

Conteúdos educativos

Outra forte tendência do marketing industrial é o conteúdo educativo. Essa modalidade pode ser oferecida para seu público-alvo em diferentes formatos, como:

  • e-books;
  • infográficos;
  • webinars;
  • whitepapers etc.

Tais materiais ajudam a mobilizar o cliente ao longo da trajetória de compra, além de conferirem autoridade à marca. Portanto, é essencial estar atento aos tipos de conteúdos e assuntos que mais geram engajamento entre sua audiência para, assim, atuar de maneira mais estratégica.

Site responsivo

Para alcançar uma maior quantidade de leads, é fundamental dispor de um site ou blog responsivo. Isso porque os dispositivos móveis, como smartphone e tablet, são amplamente utilizados para acessar a internet (muito mais do que os computadores convencionais).

Além disso, as configurações devem contemplar páginas de carregamento rápido, para que os usuários encontrem facilmente o que procuram e tenham experiências positivas.

E-mail marketing

e-mail marketing é uma ferramenta indispensável do marketing industrial, já que permite uma segmentação cada vez maior nas campanhas. Trata-se de uma solução eficiente na entrega da mensagem adequada para a pessoa certa, bem como no apoio a outras mídias, assegurando elevadas taxas de conversão de leads, propects e vendas.

Técnicas e ferramentas de marketing

É fundamental conhecer e antecipar outras tendências que podem ser utilizadas como ferramentas no marketing industrial, como:

  • links patrocinados;
  • remarketing;
  • inbound trade etc.

As duas primeiras contribuem para analisar, de maneira cada vez mais precisa, o comportamento online do seu público-alvo. Isso possibilita o envio de anúncios personalizados durante a navegação da pessoa pela internet.

Já o inbound trade consiste na adaptação do trade marketing ao ambiente digital, trabalhando com a abordagem do inbound. Em outras palavras, trata-se de uma prática B2B que se aproveita das informações adquiridas na web para aumentar o alcance das campanhas de publicidade por meio do método inbound.

Big Data

As organizações que têm informações e, sobretudo, sabem utilizá-las ficam à frente da concorrência. Por isso, o Big Data torna-se cada vez mais importantes no planejamento estratégico de marketing industrial.

Esse recurso deve ser analisado para que a indústria obtenha insights que levem a ações e tomadas de decisões mais precisas e inteligentes. Por meio dele, é possível:

  • conhecer as causas de problemas, falhas e defeitos quase em tempo real;
  • criar cupons promocionais a partir dos hábitos de compra dos clientes;
  • descobrir atitudes fraudulentas antes que comprometam a organização.

A análise dos dados permite, ainda, pensar em iniciativas para economizar tempo, reduzir custos, desenvolver novos produtos e otimizar tarefas.

Finalizando, para que o marketing industrial alcance seus objetivos, é necessário que esteja bem alinhado a uma boa estratégia digital. Assim sendo, se a indústria quer obter resultados muito mais vantajosos, vale terceirizar a atividade e buscar uma eficácia maior no mercado B2B.

Gostou deste conteúdo sobre marketing industrial? Então, aproveite e descubra como fazer uma gestão eficiente do agromarketing!

Powered by Rock Convert
Posts relacionados

Deixe um comentário

Conteúdos Especiais criados pela 2dcb

para te ajudar

Fechar

Gostaria de saber mais sobre a

Agência 2?

Fechar

Visite nosso Site