Coleta de dados sobre seus clientes: 5 ótimas ferramentas

6 minutos para ler
foto-montagem-guia-completo-modernizar-mkt e comunicação sua empresaPowered by Rock Convert

A internet, os aplicativos para smartphones e os avanços tecnológicos representam verdadeiras oportunidades para empresas entenderem melhor a necessidade dos consumidores e desenvolverem soluções mais ideais.

Isso já era possível antigamente com as pesquisas de mercado, mas as novas soluções facilitam a coleta de dados e análise de informações para tomada de decisões gerenciais mais assertivas.

Conhecer essas ferramentas é muito importante, pois permite que o empreendedor avalie maneiras de correlacionar dados para entender as expectativas do cliente e inovar nos seus produtos. Assim, conseguem proporcionar uma melhor experiência de uso e satisfação, além de evitar crises e reduzir falhas.

Neste conteúdo, citamos 5 ótimas ferramentas que você pode utilizar a fim de coletar dados de seus clientes, além de apresentar características e explicar para que podem ser utilizadas. Confira!

1. Formulários

Se você quer coletar dados de seus clientes para ajudar a desenvolver ou aperfeiçoar as suas soluções, que tal pedir diretamente a eles? A inserção de formulários em sites e blogs é algo muito comum hoje em dia, especialmente em estratégias de inbound marketing — e não é algo muito complicado de fazer!

Se você utiliza o WordPress, basta instalar plugins, como o Gravity Forms, Contact Form 7 ou WPForms, e começar a solicitar dados como nome, e-mail, localização, número de telefone e interesses.

Se, no entanto, usa outro sistema de gerenciamento de conteúdo ou programa de automação de marketing, saiba que essa já é uma funcionalidade comum nesses softwares.

Ainda não tem um site ou um sistema de gerenciamento de conteúdo? Então você pode criar uma página com um formulário em um programa de e-mail marketing, como o LeadLovers ou MailChimp.

Uma dica: deixe claro o motivo da solicitação e coleta de dados, e peça permissão para o envio de mensagens, se pretende fazer isso. Assim, você estará de acordo com as leis de proteção ao usuário.

2. Pesquisas

O uso de dados para criação de empresas, soluções e tomada de decisões gerenciais não surgiu com as tecnologias digitais. Não é de hoje, afinal, que as companhias compram pesquisas, fazem cadastros de clientes no sistema e disponibilizam uma caixinha de sugestões na entrada do estabelecimento.

A diferença é que, atualmente, isso pode ser feito a um custo baixíssimo, utilizando ferramentas digitais inovadoras, como o SurveyMonkey, Typeform e Google Forms. Além de o próprio empreendedor poder criar e veicular seus formulários, não existem barreiras geográficas, desde que o local onde o público-alvo se encontra tenha sinal de internet.

Antes de criar uma pesquisa, no entanto, é importante planejar, entender os objetivos, definir as personas e escolher a técnica de coleta de dados, que pode ser:

Powered by Rock Convert
  • questionário: lista com perguntas fechadas ou abertas, que pode gerar dados estatísticos e gráficos, além de análise qualitativa;

  • entrevista: uma conversa entre o público e a empresa, geralmente utilizada para análise qualitativa, seguindo um roteiro;

  • observação: análise de um indivíduo ou grupo, e elaboração de um relatório;

  • análise de documentos: fotos, livros, artigos e pesquisas de mercado podem ajudar a levantar dados sobre um público. O Facebook Insights é uma solução que pode ser utilizada para essa proposta no meio online.

3. Google Analytics

A solução de web analytics do Google é uma das mais comuns no mercado. Gratuita e de fácil instalação, permite ao empreendedor analisar diversos aspectos sobre a audiência que visita e performa ações no seu site ou blog.

A menos que você utilize filtros avançados ou ainda não receba muitas visitas no site, não é possível avaliar os dados de cada indivíduo — e sim de um grupo.

Esse acompanhamento é uma ótima solução para entender o público-alvo da sua empresa por meio de relatórios de idade, gênero, idioma, localização e interesses.

Você pode usar o Google Analytics também em conjunto com outras soluções de marketing e campanhas. Se você veicular anúncios segmentados no Facebook Ads, por exemplo, poderá entender mais sobre esse público e, assim, coletar mais dados de um grupo mais específico.

A empresa tem um guia com os primeiros passos de instalação da solução, que pode ser conferido neste link. Basicamente, você só precisa copiar e colar um código em seu site.

4. UpMiner

Esse é um programa minerador de dados, o que significa que ele faz uma busca por informações relevantes na internet para as empresas que o utilizam. Para isso, ele consulta várias fontes de conhecimento disponíveis online, processando as informações e criando relatórios gráficos para análise do empreendedor.

Basicamente, o upMiner funciona com palavras-chave e número de documentos, utilizando a tecnologia de Big Data, para realizar suas buscas e categorizar os resultados. Você pode conferir mais sobre o programa no seu site oficial.

5. Tracksale

Você sabe o que é Net Promoter Score? A principal métrica de satisfação de clientes do mundo calcula a probabilidade dos consumidores indicarem determinada empresa a outras pessoas. Se o seu objetivo, ao coletar dados, é analisar o público e descobrir oportunidades de melhoria para aperfeiçoar a experiência e satisfação de quem compra suas soluções, a Tracksale pode ajudar.

A ferramenta monitora a satisfação dos clientes em tempo real e calcula o Net Promoter Score ao longo do tempo, utilizando e-mail, websites, SMS com resposta gratuita e WhatsApp Business (se a sua empresa tiver uma conta verificada) para realizar pesquisas e avaliar o sucesso da empresa.

A Tracksale ainda pode ser integrada a outras ferramentas, como o Google Analytics e o Salesforce (Sistema de Gerenciamento de Clientes) para enviar mensagens de acordo com a jornada de compra do consumidor.

Aprendeu algo novo sobre a importância da coleta de dados e quais soluções podem ajudar a sua empresa a saber o que fazer para satisfazer cada vez mais o cliente?

Antes de tudo, faça um planejamento e defina objetivos. Dessa forma, você saberá quais técnicas utilizar para entender o seu público e inovar. Se você já tem um site ou blog, não deixe de instalar o Google Analytics e inserir formulários, pois são alternativas gratuitas que podem apresentar ótimo retorno sobre o investimento.

Se você acredita que este artigo sobre coleta de dados pode ajudar outros empreendedores, compartilhe-o agora nas suas redes sociais!

Powered by Rock Convert
Posts relacionados

Um comentário em “Coleta de dados sobre seus clientes: 5 ótimas ferramentas

Deixe um comentário

Conteúdos Especiais criados pela 2dcb

para te ajudar

Fechar

Gostaria de saber mais sobre a

Agência 2?

Fechar

Visite nosso Site